quarta-feira, 9 de abril de 2014

Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.

(Mateus 4:17) - Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.

         Enganam-se os que pensam que esta mensagem é para os incrédulos, esta mensagem de Jesus é também para os incrédulos, mas na verdade esta mensagem é direcionada aqueles que pensam que são, mas não são, como disse Jesus em Mateus 7:21 - Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
         O alvo desta mensagem era o povo de Israel do tempo de Jesus, pois pensavam que eram os escolhidos de Deus e vem Jesus e lhes convida a mudar de direção “arrependei-vos” esta palavra tem o sentido de mudança de direção, arrepender é: voltar-se, deixar de fazer algo, da meia volta, Jesus esta dizendo ao povo de sua época, vocês estão indo na direção errada, mude a direção, venha caminhar na direção certa; - Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim (João 14:6).
           Porque Jesus os convida a arrepender-se? Eles se achavam os escolhidos de Deus, pensavam estar na verdade, quando na verdade caminhavam na direção contraria em relação aquilo que Deus verdadeiramente queria deles. Não é diferente de hoje, milhares de pessoas estão lotando os templos se dizendo povo de Deus, mas na verdade estão como Israel, andando na direção errada.
        A mensagem era para o povo de Israel, vejamos:  Jesus enviou estes doze, e lhes ordenou, dizendo: Não ireis pelo caminho dos gentios, nem entrareis em cidade de samaritanos; Mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel (Mateus 10:5,6); a ordem era não ir pelo caminho dos gentios e nem entrar na cidade dos samaritanos, o alvo de Jesus era primeiro o seu próprio povo, não diferente dos dias de hoje essa mensagem continua tendo como alvo o povo de Jesus.
          A igreja de hoje tem perdido o rumo em direção ao evangelho, estamos caminhando em direção oposta, por isso Jesus esta nós convidando a “dar meia volta” arrepender-se e voltar-se para o evangelho de Jesus, deixando de lado a religiosidade, a crença nas coisas inanimadas, as misturas que começaram com Constantino no lV século, quando o cristianismo tornou-se religião oficial do império romano, daí a invasão por homens, costumes, crenças, dogmas e outros fatos que não estão de acordo com o evangelho de Jesus.

       Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus: O reino de Deus esta entre nós, ele é real, é hoje e não apenas futuro, mas a igreja que é uma agencia propagadora desse reino, nem ela mesma tem vivido esse reino na forma integral, isso se dá por alguns motivos.

Primeiro: A igreja escatologisou o reino. O reino que é não só futuro, mas agora, foi entendido pela igreja como algo futuro, daí a esperança de uma redenção quando na verdade nós já somos redimidos, - Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus (I Corintios 6:20). Eu fui comprado, não me pertenço, e devo viver agora segundo os preceitos daquele que me comprou; - Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens (I Corintios 7:23). já não estou mais a serviço dos homens mas daquele que me comprou, e quando se compra alguma coisa, obrigatoriamente se provoca mudanças em relação aquilo que se comprou, você vai a uma agencia e compra um carro, obviamente que você vai levar aquele carro para a sua casa e ele estará a sua disposição para lhe servir naquilo e onde você precisar de usá-lo, da mesma forma, nós ao sermos comprados, redimidos por Jesus fomos tirados de um lado para o outro;  - O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor (Colossenses 1:13); veja; fomos transportados de uma lugar para outros, saímos das trevas para a luz.

Segundo: a igreja abriu as portas para as misturas. - Mas agora, conhecendo a Deus, ou, antes, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir? (Gálatas 4:9) veja a igreja de Gálatas depois de conhecer a Deus, pela palavra do evangelho anunciado por Paulo, estavam voltando atrás, e trazendo para dentro da igreja os rudimentos que Paulo vai chamar de fracos e pobres, e a igreja de hoje caminha na mesma direção, esquecendo das verdades do evangelho e trazendo para dentro os rudimentos fracos e pobres que nada tem com o evangelho de Jesus cristo.

          Vejamos algumas idéias introduzidas na igreja hoje que nada tem haver com o evangelho de cristo;
JUDAISMO: Se uma igreja se identifica como cristã, ela não pode introduzir em sua crença nada que venha do Judaísmo, pois o cristianismo nada tem haver com o judaísmo, as praticas do judaísmo não são coerente com o cristianismo, por exemplo; Jesus celebrou sua ultima páscoa, e instituiu a ceia como um memorial de sua morte, a páscoa é uma celebração Judaica, exclusivamente do povo Judeu, tem a ver com a saída dos Judeus do Egito, é uma tradição para que nenhum judeu esqueça que foram escravos no Egito e Deus os libertou, esse é o sentido da páscoa para os Judeus, é por isso que eles celebram a páscoa, eu não sou Judeu, eu nunca fui escravo no Egito, portanto não tenho que celebrar páscoa, a páscoa não é um evento religioso, mas uma lembrança para os judeus do tempo do cativeiro Egípcio.

            Nós celebramos, não anualmente, mas todas às vezes, a ceia do senhor que é um memorial de sua morte na cruz, morte que através do sangue derramado nos comprou e nos transportou do reino das trevas para o reino da luz. Fazendo um paralelo o Reino das trevas pode simbolizar o Egito, e o reino da luz a terra prometida. Então a igreja de Jesus celebra a ceia, e não a páscoa, mas as igrejas por conveniência incorporaram essa tradição judaica e sua crença e há os grandes que defendem, eles defendem por que a coisa esta enraizada em suas igrejas eles tem medo de perder o povo, mas biblicamente a igreja de Jesus não celebra nenhuma festa judaica.
(Colossenses 1:23) - Se, na verdade, permanecerdes fundados e firmes na fé, e não vos moverdes da esperança do evangelho que tendes ouvido, o qual foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, estou feito ministro.
27) - Aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória;
(Colossenses 2:4) - E digo isto, para que ninguém vos engane com palavras persuasivas.
5) - Porque, ainda que esteja ausente quanto ao corpo, contudo, em espírito estou convosco, regozijando-me e vendo a vossa ordem e a firmeza da vossa fé em Cristo.
6) - Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nele,
7) - Arraigados e edificados nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, nela abundando em ação de graças.
8) - Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;
16) - Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados,
17) - Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo.
18) - Ninguém vos domine a seu bel-prazer com pretexto de humildade e culto dos anjos, envolvendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão,
19) - E não ligado à cabeça, da qual todo o corpo, provido e organizado pelas juntas e ligaduras, vai crescendo em aumento de Deus.
20) - Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como:
21) - Não toques, não proves, não manuseies?
22) - As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens;
23) - As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne.

Em outro momento continuaremos o assunto


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo