segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

EVANGELICOS PROMOVEM OS GAYS

        Eles chegaram lá, graças a deus? Não! Graças aos evangélicos, ate duas décadas atrás, os homossexuais estavam engarrafados, no armário, encubados, enrustidos era assim que se dizia quando se sabia que alguém era gay, alias viado, era assim que se chamava, há e não rolava essa de parceria, sim o cara gostava da fruta e quem lhe oferecesse a fruta o camarada consumia quantas tivesse no sexto, a família enquanto não tinha certeza olhava com desconfiança, e jurava que não era verdade, mas quando as coisas eram descobertas o camarada ficava sem família, o pai, por exemplo, não admitia de forma alguma que o filho fosse “pederasta” eu estou usando as palavras mais comuns na época, não se ouve mais esses adjetivos, bem que existia. Existiam muitos, mas a maioria embalada na caixinha de bombom, só os amigos sabiam, mas com o passar dos tempos, principalmente com algumas conquistas que o país conseguiu, as coisas mudaram e muitos, hoje eles estão muito bem inseridos na sociedade, ocuparam espaços na mídia, nas empresas, na política, e estão ate organizados em comunidades, bom se você pensa que eu estou aqui para fazer uma critica aos gays, enganou-se, eu só queria destacar como eles conquistaram espaços jamais conquistados por outros grupos, e graças a quem? Graças aos políticos evangélicos que viram na bandeira gay uma forma de também chegar ao poder, quantos se elegeram deputados federais e estaduais com o discurso de defender a igreja dos gays, com uma conversa que ate hoje não se comprovou isto, de que havia um projeto para obrigar os pastores a realizarem casamento gay, um pregador político chegou a ensinar, olha o discurso dele “já pensou meu amigo pastor, um casalzinho gay chegando lá na sua igreja dizendo, pastor agente se ama e queremos casar aqui na sua igreja” esses e outros discursos foram lançados nos programas de rádios, tvs, revistas, jornais e ate nos púlpitos, o incrível é que o discurso era sempre acompanhado de um candidato que era apresentado como aquele que representaria a igreja no congresso ou na câmara estadual.
        
         Quantos evangélicos se digladiaram com essa discussões, se dividiram, uma coisa horrível no maio dos evangélicos, os políticos La chegaram, alguns se corromperam, nada aconteceu, nada mudou, e o tema continua o mesmo, antes éramos respeitados pelos gays, eu me lembro que eu estava no casamento de minha prima em são Bernardo do campo sp, e o maquiador dela era um gay, ele também era convidado para o casamento, mas ele não entrou na igreja, ele achava um sacrilégio estar na igreja, atitude dele próprio, respeito pelo sagrado, mas não sei se ele ainda pensa assim, hoje os homossexuais nos odeiam, nos tem como preconceituosos, como fundamentalistas, não vai demorar seremos agredidos em público e pasmem, com a aprovação da sociedade, esse é o resultado das atitudes de quem para possuir o poder nos colocou nessa situação.

              Em 2013 começa as configurações para as eleições 2014, vai começar as manifestações e eles estão ai, e o tema será o mesmo, os gays mais uma vez vão ser o tema para arrancar o voto dos evangélicos, eu como cidadão brasileiro gostaria de ver a prestação de conta dos mandatos daqueles que se elegeram sob o pretexto de defender a igreja, a família, agora veja defender a igreja e a família dos homossexuais como se eles não tivessem família, ou como se eles também não são famílias, meus irmãos eleitores sejam espertos, cuidado com os enganos, a igreja se defende La nos seus cursos, escolas dominicais, nas classes, eu tenho dois filhos, sempre ensinei eles a respeitarem os outros independentes de suas escolhas, ensinei tudo a eles, e estou tranquilo, falei sobre drogas, criminalidade, sexualidade, e eles nunca tiveram problema tanto na escola como com os amigos da vizinhança. Agora, porque os líderes políticos evangélicos não usam a mesma força que usaram contra os gays, combatendo a corrupção, pra melhorar a saúde, o salário mízero, hááá isso ninguém se mete, vai lutar contra o poder, claro que não, senão meu camarada, meu filho perde lá a boquinha, eu perco o esqueminha, dinheirinho pra lá, pra cá uma série de .... Mas devo lhes lembrar as palavras de Jesus, não há nada encoberto que não venha ser descoberto. 

      Isso aqui é só uma critica aos políticos evangélicos que usaram da perseguição aos gays para chegarem ao poder

      Deixo claro que não sou defensor da causa gay, e muito menos homossexual, só não engulo essa demagogia em nome da igreja.



Ate breve pessoal.

2 comentários:

  1. com certesa a tema da proxima campanha eleitoral dos politicos evangelicos será o mesmo

    ResponderExcluir
  2. Os evangelicos precizam sair da ignorancia, serem politizados, deixarem de ser massa de manobra

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo